Muitas maneiras de ser multado por conta de faróis e luzes de seu carro – PARTE 4.

164585-lei-do-farol-saiba-tudo-sobre-a-nova-regra-740x360.jpg

Muitas maneiras de ser multado por conta de faróis e luzes de seu carro – PARTE 4.

 

Já falamos do uso dos faróis em rodovias, o conceito de noite para fins de uso de faróis, o uso de faróis altos em vias públicas e as multas que você pode receber. Vamos agora dar uma geral nos demais casos, que talvez você bem saiba que podem gerar multas. Continue a ler e não seja surpreendido.

 

ALTERAÇÃO DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO

Muito comum, o uso de lâmpadas Xenon ou sistemas de LED, bem como modificações outras nos faróis ou lanternas de seu veículo, podem gerar multas. Olha aqui.

Art. 230 – Conduzir o veículo:

XIII - com o equipamento do sistema de iluminação e de sinalização alterados

O sistema de iluminação veicular é regulamentado pela Resolução do CONTRAN nº 227/07.

A alteração das cores, luzes de tipo neon, xênon ou Led que não estejam nos parâmetros e exigências do CONTRAN podem gerar infrações e multas.

Importante lembrar que luzes de led e xênon podem ser usadas quando instaladas de fábrica, fato que nos gera uma dúvida de como o agente de trânsito saberá distinguir veículos de mesmo ano e modelo que tenham como opcional este tipo de iluminação e saber se o veículo veio equipado de fábrica ou foi posteriormente modificado.

 

VEÍCULO COM LÂMPADAS QUEIMADAS

Art. 230 – Conduzir o veículo:

XXII - com defeito no sistema de iluminação de sinalização ou com lâmpadas queimadas

Outro fato comum visto em rodovias e cidades são veículos com alguma lâmpada queimada. Neste caso, mesmo que o condutor sequer saiba, a infração pode ser registrada. Notem que a legislação fala em qualquer uma das lâmpadas do sistema de iluminação e não apenas dos faróis principais.

O princípio adotado pelo legislador é que o condutor deve ser responsável pelo veículo, adotando todas as medias necessárias para manter a ordem do veículo, verificando os itens obrigatórios a cada partida. Portanto fique atento.

 

TRANSITAR COM FARÓIS DESREGULADOS

  Você já pode ter sido vítima de um farol desregulado que faz questão de mirar em seus olhos e deixa-lo cego justamente naquele cruzamento perigoso. Talvez até seu veículo já tenha feito isso com algum motorista em sentido contrário.

Então, veja isso aqui, do CTB:

Art. 223 - Transitar com o farol desregulado ou com o facho de luz alta de forma a perturbar a visão de outro condutor: Infração - grave; Penalidade - multa; Medida administrativa - retenção do veículo para regularização.

Muitas vezes nem é um sintoma de farol desregulado, trata-se as vezes, de uma carga a mais em seu veículo que faz a frente aumentar o ângulo e consequentemente seu farol ser direcionado para cima, ofuscando os pobres condutores da contramão. Mas você pode ficar exposto a ser notificado desta infração.

Em todos os casos aqui expostos, entendemos que o agente de trânsito deve abordar o condutor, seja pelo princípio da educação do trânsito, seja pela correta tipificação do ato infracional a qual o cidadão tem direito para que exerça sua defesa corretamente.

Sem abordagem como o agente pode ter certeza que o sistema de iluminação foi alterado fora das regras, como saber se as lâmpadas estão queimadas ou desligadas, como saber se o farol está alto ou apenas desregulado? Sem estas informações fica comprometida a notificação e podem gerar nulidades.

Nestas infrações o MBFT- MANUAL BRASILEIRO DE FISCALIZAÇÃO DE TRÃNSITO estabelece uma série de informações que devem conter no Auto de Infração para sustentar que a afirmação do agente condiz com o fato. Não havendo é um ponto a ser explorado, apesar de haver mais de uma dezena de regras sobre este assunto.

Para saber sobre a gravidade, pontos e outras informações clique aqui:

https://www.multasbr.com.br/infracoes/

Caso tenha recebido uma notificação de infração ou mesmo uma multa sobre este tema, entre em contato conosco, podemos lhe ajudar a encontrar nulidades e argumentos necessários para uma boa e robusta defesa.

Você se surpreenderá com o baixo custo para se defender e a qualidade de nosso atendimento.

MultasBR - Recurso
PONTOS NA CNH:
Não perca pontos
Solicite um recurso em apenas 10 minutos e pague somente R$ 19,90. Fácil, rápido e sem complicação.
Quanto custa?
QUANTO CUSTA?
Cada recurso custa R$ 19,90
Formas de Pagamento
FORMAS DE PAGAMENTO
Cartão de crédito, débito ou boleto (via PagSeguro)
Quando fica pronto?
QUANDO FICA PRONTO?
No mesmo dia
Como eu recebo?
COMO EU RECEBO?
Enviaremos um arquivo em PDF para o seu e-mail
Como eu recebo?
É SEGURO?
Sim, possuímos o selo de segurança do Google Safe Browsing. Você pode conferir a autenticidade clicando aqui